Games

Alto’s Odyssey é um espetáculo visual

Alto's Odyssey é um espetáculo visual

Jogar nos smartphones não é algo que me atrai muito, para ser sincero. Games como PUBG, Fortnite e entre outros são muito complicados para mim em suas versões mobile – a jogabilidade é o maior vilão nesse caso. Não dá para comparar a jogabilidade dos smarphones com os consoles e PCs, por exemplo. De qualquer forma alguns jogos conseguem me cativar não só por funcionarem no estilo mobile, mas por todo o resto ser maravilhoso. O game Alto’s Odyssey é um espetáculo visual e entra nessa lista.

Desenvolvido pela Team Alto, o game é uma sequência de Alto’s Adventure – que por sua vez também é muito bom -, entretanto não necessário para conhecer a sequência . Em Alto’s Adventure tínhamos a neve como cenário principal e nosso objetivo era simplesmente salvar as Lhamas.

Em Odyssey temos cenários mais áridos e variados. Em outras palavras temos Pôr e Nascer do sol, balões de ar, cachoeiras e biomas diferentes podem aparecer no game. Tanto Alto’s Adventure quanto Odyssey são games do gênero “infinite run” e é bem completo. Temos power ups, outros personagens e entre outros.

Como o game funciona?

Alto's Odyssey é um espetáculo visual

Na questão de jogabilidade ele é simples, porém eficaz. Alto – ou qualquer outro personagem que escolha – anda sozinho mas com o toque na tela nós pulamos. Ao segurarmos o toque na tela fazemos manobras. Fazer qualquer tipo de manobra nos garante mais velocidade – essa que pode ser vista através do tamanho do cachecol do personagem. Conforme o cenário vai mudando novos recursos vão surgindo. Deslizar na parede, pular sobre os balões de ar e até mesmo pular de penhascos são bons exemplos. A cada nível temos três missões para completar. Além de ganharmos pontos, ao alcançarmos determinados níveis desbloqueamos novos personagens – esses que podem ser mais leves, pesados, rápidos e por aí vai.

Ainda há dois power ups que encontramos na jornada. Um deles é um imã que enquanto ativa nos garante todas as moedas próximas. O outro é a Flor de Lotus, que nos garante resistência a quedas e as rochas – elas também podem ser quebradas com o impulso de uma manobra. Na tela inicial podemos escolher entre dois modos de jogo. O tradicional é onde podemos usar os power ups, evoluir e morrer. Mas é no modo zen que temos o lado mais tranquilo do game. Sem mortes, sem missões, só a música e o cenário.

A magnífica parte técnica de Alto’s Odyssey

Alto's Odyssey é um espetáculo visual

A gameplay do game me atraiu pelo simples fato de eu amar jogos desse gênero. Entretanto no caso de Odyssey teve algo a mais porque a parte técnica é maravilhosa. Desde a introdução do game com o nascer do Sol até as grandes variações de bioma, tudo é muito colorido e bem feito. Apesar dos gráficos bonitos, eles são simples. Mas o grande diferencial nesse quesito fica para a ambientação, que mistura diversas cores, cenários e mudança de biomas, criando um clima maravilhoso.

Por falar em criar clima a trilha sonora do game é um show a parte. Principalmente no modo zen, onde não temos limites, o game nos proporciona uma ótima experiência. São músicas calmas e tranquilas, mas que casam perfeitamente com a proposta do game. Atualmente Odyssey é pra mim um dos melhores games mobile.

Alto’s Odyssey foi indicado a alguns prêmios em 2018, incluindo Melhor Áudio e Melhor Visual, Melhor Game Mobile e entre outros. Desses o game levou Game do Ano para Apple TV e o Apple Design Awards 2018.

Onde eu encontro Alto’s Odyssey?

O game pode ser baixado tanto na Google Playstore para o Android quanto na Appstore para iOS. As diferenças, entretanto ficam para a sua carteira. Caso seja um usuário de iOS o game sai a R$18,50 na loja. O lado bom disso é que ele vem completo e livre de anúncios. Já no Android o game é gratuito, mas temos um problema com os anúncios – que pode ser resolvido pagando a versão full dentro do app.

Conclusão

Enfim, Alto’s Odyssey é uma ótima experiência para os smartphones. Principalmente se o seu aparelho tiver telas AMOLED ou semelhantes, as cores ficarão ainda mais bonitas. E não se esqueça do fone de ouvido para ter a experiência completa. Gostou do game? Não gostou? Deixe sua opinião nos comentários.

Qual Celular – Tudo sobre o mundo mobile você encontra aqui

Sobre o autor

Tiago Rodrigues

Deixe um comentário